Concursos de TI - 2020

PROCURANDO POR VAGAS DE TI?

Abaixo informações 100% atualizadas sobre os principais concursos com vagas de TI em andamento, autorizados e previstos para 2020.

Concursos de TI vs Mercado

Segundo diversas consultorias (IDC, Gartner, IBM, Deloitte etc.), até o ano de 2023 as mudanças na área de TI continuarão acontecendo de forma acelerada e serão mais influenciadas por tecnologias como IA (Inteligência Artificial), Machine Learning, 5G, BI (Business Inteligence), IoT (Internet of Things), Blockchain, entre outras.

Claro, isso sem falar da forte dependência que praticamente todos os negócios possui com relação à TI. Ora, você acha que isso não afetará os órgãos de Governo em todas as esferas? E óbvio e certo que os órgãos governamentais precisarão acompanhar tais tendências. Principalmente em tempos de necessidade de maior eficiência e eficácia no serviço público. Assim, se existe uma área em que os Concursos continuarão acontecendo, esta área é a de Tecnologia da Informação.

Concursos de TI vão acabar?

Não para de estudar agora! Sempre haverá concurseiros novatos se perguntando se os "concursos de TI vão acabar". E a resposta é: não, não vão acabar! Não houve - até hoje - um ano sequer em que os Concursos com Vagas de TI deixaram de ser realizados nas diversas esferas (Federal, Estadual e Municipal). Quem nos acompanha sabe que sempre alertamos aos alunos para continuarem estudando. Concursos podem diminuir etc., mas sempre existirão.

Além disso, haverá uma forte tendência por substituir cargos "braçais" por cargos mais "tecnológicos" nos órgãos devido aos motivos/siglas listados acima (IA, BI, IoT etc.). Lembre-se de que o Estado brasileiro é IMENSO. Mesmo que se cortem 20% dos cargos públicos (o que já seria uma façanha que levaria anos para se concretizar...), a quantidade de órgãos nos poderes Judiciário, Executivo e Legislativo, nas três esferas, ainda seroa enorme. Basta ver que, sai ano, entra ano, e os Concursos de TI continuam...

Note que, apesar de todas as notícias alarmantes, a LOA/2020 (Lei Orçamentária Anual) do Governo Federal determina o provimento de mais de 32 mil vagas, além da criação de quase 3 mil novos cargos. Esta LOA já foi aprovada no Congresso Nacional e aguarda apenas a sanção do presidente Jair Bolsonaro, que deverá acontecer em alguns dias (pois a máquina não pode parar). São milhares de oportunidades para quem estuda com foco... E certamente haverá muitas Vagas de TI nestes concursos.

CONCURSOS DE TI PREVISTOS

Abaixo há informações específicas sobre o panorama que cerca a questão dos Concursos de TI previstos para 2020.

Concursos de TI Previstos

Em 2020 estão previstos muitos Concursos com vagas para TI. Além daqueles de maior repercussão, não perca de vista os tidos como "menores" (que, da nossa experiência, podem ser muito mais vantajosos dependendo do seu perfil e da qualidade de vida que deseja). Os mais esperados são, óbvio, os concursos do Senado Federal, TCU, MPU, Polícia Federal e Banco do Brasil!

CONCURSOS DE TI EM ANDAMENTO

Há em nosso site diversos planos de estudo para os principais Concursos com Vagas de TI que estão em andamento.

Concursos de TI em Andamento

Você pode acessar diretamente os concursos em andamento através deste link. Alguns deles estão com inscrições abertas. Aproveite. Há também materias sobre concursos já encerrados, mas que aconteceram recentemente. São uma boa base de estudos e informação adicional para você. Acesse estes concursos encerrados através deste link.

Alguns números de nossa história

0

Visualizações no Youtube

0

Aulas para Concursos de TI

0

Alunos Atendidos

0

Seguidores Únicos

quem são nossos autores

aprenda com os melhores

Almeida Júnior
Analista de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União. Mestre em Sistemas e Computação (UNIFACS). Especialista em Criptografia (UFF). Especialista em Automação Industrial (UERJ). Engenheiro Eletricista com ênfase em Eletrônica (UFBA). Possui certificação PMP. Profissionalmente atuou na PETROBRAS, UNIBAHIA, MARINHA, AUTOMIND, BANCO DO BRASIL e UFBA. Ministrou diversos cursos de programação (C/C++, Java e Matlab).
Bruno Wanderley
Engenheiro de Telecomunicações (IESAM), Especialista em T.I. (UCAM), Mestre em Engenharia de Telecomunicações e Comunicação Multimídia (UFF). Atualmente é professor convidado da UFF, na disciplina de Gerência Integrada de Redes de Serviços nos cursos de pós-graduação do departamento de Telecomunicações. Como instrutor da Unisat Telecom atuou na área de Redes de Computadores, Gerência de Redes e Segurança da Informação ministrando treinamentos para empresas como Globosat, Oi, Embratel, Presidência da República, NEC, ZTE, Exército Brasileiro, dentre outras.
Davi Durães
Possui graduação em Sistemas de Informação pelo Instituto Mantenedor de Ensino Superior da Bahia (2007). Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Redes e Telecomunicações. Pós-graduado em Redes e Telecomunicações pela Unifacs. Gerente de Operações em Telecomunicações desde 2008 na iniciativa privada.
Eduardo Neves
Analista de Sistemas do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Pós-graduado em Gestão de Projetos. Atuou como Analista de Sistemas em empresas privadas e em empresas públicas: BR Distribuidora e Petrobras.
Fernando Pedrosa
Analista de Finanças e Controle da STN. Formado em Ciência da Computação (UFPE). Pós graduando em Gestão de Projetos. Professor de Tecnologia da Informação para concursos, atuou em vários estados dando aulas presenciais e EAD. Possui diversas certificações na área de TI: Certified Scrum Master; Certified Product Owner; ISO 27002 Foundations Certified; IBM Certified Solution Designer - RUP V7.0; OMG Certified UML 2.2 Professional; ITIL V3 Foundations; COBIT 4.1 Foundations; Java Programmer; Java Associate.
Gabriel Pacheco
Coach formado pela Sociedade Brasileira de Coaching e atuo no presente momento com Coaching para Concursos Públicos, Servidor Público no Ministério da Educação atuando como Gerente de Projetos. Trabalha como professor em cursos de Gerenciamento de Projetos (PMBOK® e Scrum) e em alguns cursos preparatórios para concursos como EuVouPassar, Provas de TI e TI para Concursos.
José Maria
Engenheiro Eletrônico graduado pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA/SP) em 2004. Professor de Língua Portuguesa (Gramática, Interpretação e Redação) desde 2000. Lecionou em importantes cursos pré-vestibulares (Anglo, COC e Ari de Sá). É autor de material didático para ENEM e Concursos Públicos.
Leo Marcelino
Analista de Finanças e Controle na Controladoria-Geral da União. Formado em Sistemas de Informação (FADOM). Foi militar da Força Aérea Brasileira e do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais e técnico de informática no Ministério Público Federal.
Luis Claudio
Professor componente de bancas para Concurso Públicos (esfera estadual e federal) entre os anos de 2012 a 2016. Graduado em Engenharia de Computação (ITA), com Mestrado em Engenharia Elétrica (PUC-Rio) e Pós-Graduado em Redes (UFRJ). Empresário na área de e-commerce e comércio varejista. Professor universitário desde 2005 (graduação, pós e MBAs) em instituições do Rio de Janeiro e de São Paulo.
Rodrigo Adur
Bacharel em Sistemas de Informação e Pós-Graduado em Sistemas de Informação pelo Núcleo de Computação Eletrônica da UFRJ. Atualmente trabalha no SERPRO atuando como arquiteto e líder técnico; além disso, leciona algumas disciplinas com foco em concursos públicos.
Rodrigo Macedo
Formado em Sistemas de informação em 2014 pela Unibalsas – Faculdade Balsas - MA. Pós graduado em tecnologia para educação a distância pela Funbralu – Fundação Brasil Ludovicense em 2015.
Thiago Cavalcanti
Analista do Banco Central do Brasil na Área de Tecnologia da Informação(TI). Formado em Ciência da Computação na Universidade Federal de Pernambuco - UFPE. Mestrado em Engenharia de Software pela UPFE. Professor de Tecnologia da Informação para concursos e cursos de TI.
Vinícius Reis
Graduado em Sistemas de Informação pela Faculdade São José e pós-graduado em Análise e Projeto de Sistemas pela Universidade Gama Filho. Possui dez anos de experiência na área de Engenharia de Software, tendo já atuado em diversos estágios.
Walter Cunha
Diretor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (DIPLAD) da CGU. Aprovado no concurso de Analista de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União - especialidade de Tecnologia da Informação (AFC/CGU-TI), entre outros. Formado em Educação Executiva pela Harvard Kennedy School (HKS) - Emerging Leaders, Pós-Graduado em Gerência de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Engenheiro Eletrônico pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).
Yuri Morais
Analista de Finanças e Controle, com especialidade em Tecnologia da Informação na CGU – Controladoria Geral da União. Atua na realização de auditorias de Gestão da TI, bem como de Contratações de Bens e Serviços de TI do Governo Federal. Realiza também capacitações em auditoria de TI. Mestre em Informática pela UFPB, com ênfase em engenharia de software e sistemas distribuídos. Já atuou como engenheiro de software, professor universitário e pesquisador.
Lucio Camilo
Funcionário do Banco do Brasil cedido à PREVI (Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil) exercendo a função de Administrador de Servidor de Aplicações. Graduado em Análise de Sistemas, com Pós Graduação em Engenharia de Software e MBA em Gerenciamento de Projetos. Autor do Livro “Android para Desenvolvedores”, pela editora Brasport.
Gustavo Vilar
Primeiro colocado no concurso de Perito Criminal Federal, cargo que ocupa atualmente, como especialista em Informática Forense, atuando principalmente nas análises de vestígios em crimes cibernéticos. Especialista em Docência do Ensino Superior pela UFRJ. Bacharel em Ciência da Computação e Tecnólogo em Processamento de Dados pela ASPER – Associação Paraibana de Ensino Renovado.
Rafael Barão
Atualmente trabalha como Perito Criminal Federal do Departamento de Polícia Federal. Graduou-se em Ciência da Computação pela Universidade de Sorocaba (UNISO) no ano de 2010. Atuou no Serviço Público como Administrador de Redes do Poder Legislativo da cidade de Guarulhos-SP.
Vitor Almeida
Desde 2012, é Analista de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União, trabalhando em auditorias de TI e cruzamento de bases de dados. Anteriormente, permaneceu três anos no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, onde atuou no cargo de Analista em TI, gerenciando projetos de TI e realizando o planejamento e a gestão contratual de soluções de TI.
Felipe Leite
Aprovado em concurso público para o Serviço Federal de Processamento de Dados no RJ (SERPRO) onde trabalha desde o ano de 2010 com sistemas na linguagem Java para web e sistemas móveis (Android e iOS). Atualmente também leciona assuntos relacionados a Engenharia de Software, Análise Orientada a Objetos, Programação, Padrões de Projeto e dispositivos móveis em cursos no RJ com foco em concursos públicos.